Blog do escritor Alessandro Buzo



28.4.10

ATENÇÃO, NOVO BLOG OFICIAL


www.buzo10.blogspot.com

O Blog acima funciona agora como Blog Oficial de Alessandro Buzo...........fique a vontade de migrar pra lá e obrigado pelo interesse e atenção.
Conheça ainda todos os nossos Blogs atuais no Site Oficial: www.buzo.com.br


NOVO BLOG !!!!
www.buzo10.blogspot.com

postado por: Alessandro Buzo 7:32 AM

Comentários:

UM ROLÊ EM SÃO PAULO

SP (terça, 27 de Abril de 2010)
Texto: Alessandro Buzo
Fotos: Marilda Borges

O DJ Loco colou na Livraria a tarde, eles volta pra Lisboa (onde mora a 4 anos), daqui 15 dias, ficamos de idéia.
Às 18h saimos sentido Praça da Sê (ele deixou o carro no Bixiga), passamos no metrô e trombei a Marilda Borges (minha esposa e fotografa), fomos ao Centro Cultural Banco do Brasil, ali pertinho da Sê. No Terreo de graça, a primeira de várias apresentações de artistas da periferia. Até dezembro muita coisa vai rolar.
Hoje era Show de Nelson Triunfo e Rappin Hood.

Rolê 1


Fomos trombando os amigos, Dario da Porte Ilegal, Freitas do Radar Urbano, Jhonny do Real Hip Hop (em transição), enfim.... amigos que colaram no bonde.
A noite de terça feira tem vários opções de eventos.
Começou o show aqui.....Nelson Triunfo e seus filhos, deram um banho de apresentação, o pequenino encantou a todos, o mais velho detonou no Beat Box e depois cantou com o pai, Mestre Nelsão. Ele apesar de ter mais de 50 anos, continua um garoto, cantou, dançou e encantou com carisma e alto estima, mostrando que o Hip Hop é lindo.
Na sequência o meu amigo Rappin Hood, o mano rimou um monte de sucesso, chamou o público pra perto do pequeno palco no saguão de entrada do CCBB, olha o Rap onde chegou, ali do lado da São Bento, como disse o Nelson Triunfo naquele tempo era resitencia, porque uns dizia que era diversão, mas a polícia vinha e batia geral e no dia seguinte a gente ali de novo, sabendo que a polícia iria colar de novo: -Não vejo diversão nenhuma, era resitÊncia.
Já tinha visto o Nelson Triunfo dizer isso outra vez, mas é sempre bom pra nova geração (me incluo nela ou não, tenho 10 anos dentro do movimento), não esquecer que teve gente que brigou pela nossa cultura e abriu portas.
Voltando o Rappin Hood, fazia tempo que não via ele rimar, sou fã (minha esposa também), do som dele, somos amigos (trabalhamos juntos no Manos e Minas), cantei junto.
No final entreguei a ele um DVD do meu filme Profissão MC que o Hood participa, idéia também na produção dele, Negro Halls, Allan (amigos também).
Ficamos de marcar uma entrevista minha no Programa Rap du Bom na 105 FM e um rolê na Vila Arapuá, pra por a idéia em dia e ainda entrevistar o Hood pro meu livro "Hip Hop - De Dentro do Movimento", vamô chega, nos dois bang
Fim do rolê 1, paramos no boteco na Xavier de Toledo, umas geladas pra molhar as palavras, o Dário, Jhonny, outro mano, iriam ainda num evento na Ação Educativa e o Freitas no Matilha Cultural, a noite fervia de eventos.
Eu, Marilda e DJ Loco fomos buscar o carro no Bixiga (de pé até lá), muito menor cheirando cola no viatudo da Major Quedinho, contei uns 30. Uma pena.
Peguei um latão 473 ML de gelada e fomos pro Rolê 2.


Rappin Hood e Alessandro Buzo


Rappin Hood e DJ Loco


Hood em SP ontem


Rappin Hood


Allan (trampa com Hood), Buzo e amigo


Negro Halls que trampa com o Hood


Rappin Hood no CCBB-SP no centro velho


Eu, (Buzo) e Nelson Triunfo, o Nelsão falou de mim pro público, respeito ao meu trabalho, como tenho pelo dele.


Nelson Triunfo e seu filho mais novo, menino deu show, inteligente e cheio de estilo


Nelsão com o filho mais velho
Fotos: Marilda Borges


Rolê 2
Debate com MV Bill, mediação de Gilberto Dimenstein


MV Bill ontem em SP

Chegamos na Aldeia Sta Cecília em Pinheiros, lugar muito bonito, estava rolando um evento do Instituto Nextel, que ta trazendo o MV Bill para fazer algumas ações (quando souber falo mais sobre), o debate havia começado, colamos.
O Bill estava com o Bonde todo, esposa, pai, KMilla (irmã que canta junto) e equipe.
Ouvir o MV Bill falar ali por cerca de uma hora é bacana para olharmos para um cara de sucesso, nascido e criado na favela e hoje referência pra uma geração. Bill falou bem como sempre, e encerrou declamando uma poesia.
O DJ Loco fez uma pergunta, antes de encerrar fiz uma também, aproveitando a casa cheia de classe média alta e alta. Perguntei pro Bill se no RIO era igual SP (estavam falando de educação), que a criança passa de ano na escola estadual sem aprender nem a ler, não tendo faltas, passa. Chegando a 4a, 5a série sem saber ler.
O Bill respondeu que já teve no RIO nas não rola mais, a sociedade se mobilizou e caiu isso.
Mas na verdade era só uma espetada no pessoal presente, que tem tudo filho em escola particular, também uma provocação ao Dimenstein, afinal ele escrever qualquer coisa sobre o assunto, sabem a repercussão que as coisas que ele escreve sempre da.
Ao final coquetel, vinho e canapés, uma ideia com o Bill, Dimenstein, Kmilla, DJ King (super gente boa), o pai do MV Bill (virei amigo dele), me convidou pra ir na CDD, logo apareço, disse pra ele.
DJ Loco fez a preza de levar eu e o Alexandre de Maio até em casa, detalhe....erramos uma entrada e tivemos que ir até Osasco (no SBT) pra retornar, quase pagamos pedágio.
Mas chegamos de boa.......rolê da hora.
O texto do rolê é de Alessandro Buzo e as fotos da Marilda Borges.
Tamo junto, nóis q ta.


Alessandro Buzo e MV Bill


KMilla e DJ King


Nóis q ta


Buzo, Mariana (Manos e Minas) e Alexandre de Maio


Pai do MV Bill (grande figura), KMilla e Buzo


Buzo, Karina (equipe MV Bill) e Alexandre de Maio


MV Bill em Debate e anuncio de parceria com o Instituto Nextel

Fotos: Marilda Borges

postado por: Alessandro Buzo 7:30 AM

Comentários:


arquivo